Trump, Temer e a Venezuela

Estados Unidos estuda atacar economia da Venezuela 

Os EUA (Não é o Trump) planejam medidas contra o setor petrolífero venezuelano, com consequências graves para a crise econômica que já abala aquele país.

 “A Venezuela está numa situação tão delicada que pode passar-se da crise humanitária a uma tragédia humanitária se as sanções forem muito duras”

A frase acima é de Francisco Rodrigues, do jornal El País.  

Muitos por lá -e aqui- concordam com Francisco, e mais, acreditam que o tiro poderá sair pela culatra, pois se os EUA atacam a desestruturada Venezuela, “geraria o ressentimento dentro da Venezuela contra os EUA”, comprovando as teses de Maduro (e do falecido Hugo Chávez) que sempre acusaram os americanos pelos males económicos do país.  E pior, aproximariam a Venezuela, ainda mais da Rússia e da China”.


"A Venezuela, que fica a 70 horas, ida e volta, de navio em linha reta, da costa dos EUA, tem a maior reserva de petróleo do mundo e os EUA querem botar a mão. 
E o analfabeto político brasileiro acredita na velha mídia daqui, que é aliada dos EUA e que diz que a Venezuela é uma ditadura.   
Simples assim." (Stanley Burburinho)


São 297 bilhões de barris de petróleo. Mas os gringos só estão preocupados com a democracia, claro.


Leia Mais:
https://micoleaodourado.blogspot.com.br/2017/08/temer-sai-ou-nao-sai-fora-trump-fora.html

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google Analitics