BATE-PAPO COM AMIGO 3

De Mauro
Para Quadro-Negro
Bom dia, Tolls!
Eu conheço uma história da CIA sobre a criação de um grupo de espionagem que se utilizavam da força mental de poder ver cenas a quilômetros de distância e, pelo que me parece, chegaram a comprovar depois com fotos aéreas a curiosa semelhança com os desenhos feitos pelos "espiões". Mas esta também é um estudo para a vida toda. Sabemos que ainda não utilizamos boa parte do que a natureza nos deu para o nosso próprio benefício.
Quando te mostro as notícias do blog do Cesinha, não estou querendo fazer publicidade dele. Apenas aproveitando os dados que ele esta buscando como um repórter, entende? É uma maneira de deixar-nos atualizados para criarmos as nossas convicções. Existem outras fontes, mas esses dados eu já recebo sem ter que pesquisar muito.
Acho que a Vale do Rio Doce continua sendo nossa, tem feito o pagamento dos impostos direitinho e dado muito emprego, como a Volks, Ford, Bayer, etc..Volta Redonda inclusive esta modernizada, muito mais limpa, os bancos faturando alto, etc..Ao contrario disso, eu nunca me senti dono da Petrobrás, por exemplo, ela é uma péssima pagadora de impostos, a maioria do trabalho técnico é tercerizado. Enfim, preciso aprender mais sobre estatização e privatização em moldes mais modernos..
Tools, vamos por partes..
Abç,
Mauro
RESPOSTA:
De Quadro-Negro
Para Mauro
Interessante sua observação em entender que de fato não "perdemos" a Vale e questionar se somos donos da Petrobrás. Como você bem frisou, o que vale eh se os beneficios gerados por essas empresas alcançam além dos acionistas uma parcela expressiva da Sociedade.
Com esse pensamento é que existe aquela piada de "corno". Vou contar...
Era uma vez um cara muito pobre, pai de família trabalhador que por azar ou destino não conseguia progredir na vida. Por conta disso sua família passava fome, as crianças viviam esfarrapadas e sua mulher estava acabada, um bagulho. E assim, até transar não transavam mais.
Aconteceu de sua mulher passar a traí-lo e receber agrados do amante. Ela começou a fazer compras para dentro de casa, as crianças melhoraram nos estudos, ela passou a se arrumar e usar belos vestidos.
Desconfiado - um dia - o marido fingiu ir trabalhar mas ficou perto de casa aguardando que aparecesse o amante. Não deu outra viu o dito cujo entrar na sua casa. E isso fez que se enfurecesse e pensasse em matá-los. Daria mais um tempo, iria na cozinha, pegaria uma faca...
Era esse o seu plano, mas teve um estalo na mente e viu que ia fazer uma grande besteira. Ora bolas, sua vida era agora muito melhor que antes, não faltava mais comida em casa, seus filhos estavam bem-cuidados e sua mulher estava bonita e bem vestida. E afinal de contas quem estava pagando tudo isso era o amante. Que amante que nada, ele é que é o marido, o amante sou eu, pois é ele que paga as contas. Com um sorriso no canto dos lábios, deu meia volta e foi trabalhar.
Abraços
Luiz

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google Analitics